Acidente com o trem Barrinha completa 23 anos


Japeri amanheceu nesta segunda, dia 18 de setembro de 1996, com uma lembrança triste para o município de Japeri. Há 23 anos atrás, às 8h15 um trem cargueiro vindo de Barra do Piraí colidia com um trem de passageiros que vinha da mesma cidade. O resultado da tragédia foi 15 mortos e 60 feridos que culminou no fim da linha de trem que ligava Barra do Piraí a Japeri.

Relendo o jornal O Globo da época ainda é possível se emocionar com os relatos da reportagem sobre às vítimas e principalmente com a do maquinista que tentara avisar ao posto 62 – responsável pela região – sobre a chegada do cargueiro estava desgovernado.

Uma comissão interna foi formada pela Rede Ferroviária para, em sete dias, informar as causas do acidente. Já se sabe, no entanto, que a vistoria feita em Barra Do Piraí não seguiu as normas. Segundo funcionários da Rede Ferroviária, são necessários quatro dias para uma vistoria, são necessários quatro dias para uma vistoria completa, que inclui a verificação de 71 itens. A inspeção no trem, no entanto, não levou muito mais que dez minutos. Segundo a reportagem da época, o motivo do acidente foi a falta de manutenção da locomotiva.

Na época, o valor da passagem de trem era R$2,20 e o ônibus que ligava as duas cidades custava R$ 7. Hoje o valor da passagem de Barra do Piraí a Paracambi custa cerca de R$ 13, o que encarece a vida do trabalhador. Desde de o acidente, a população de Barra do Piraí ficou sem opção barata para chegar ao Rio.

Desde 2015 a Alerj, presidida pelo deputado André Ceciliano, que busca o retorno da linha. O trecho de pouco mais de 46 km de extensão, passava por municípios importantes, como Mendes e Engenheiro Paulo de Frontin e o serviço também ajudava ao comércio local, pois era utilizado para o transporte de mercadorias pela população.

Acompanhe em www.comcausa.net/trembarrinha

#ComCausa

#ComCausa #Alerj #AdrianoDias #AndréCeciliano #FórumGritaBaixada #BaixadaFluminense #GritaBaixada #Barrinha #Trem #segurançapública #segurança #Segurança #BaixadaFlumimense

ComCausa 

Rua da Engenharia 30 

Alto da Posse - Nova Iguaçu / RJ

Cep 26022-770

Telefones:

+55 21 4502 4492
+55 21 99957 3821 (Whatsapp)