Massacre em escola de Suzano


Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, invadiram a Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo e mataram vários alunos e funcionárias na manhã desta quarta-feira, dia 13 de março de 2019, pouco depois da 9h.


Os autores do massacre de Suzano são dois ex-alunos da escola e que invadiram o local e atiraram contra os presentes. De acordo com o Secretário de Segurança Pública de SP, João Camilo Pires de Campos, os assassinos se mataram logo depois de se deparar com um grupo de policiais que já havia chegado ao interior da escola.

Guilherme e Henrique estivera, antes de seguir para a escola, na loja de veículos e baleou o tio, Jorge Antonio de Moraes, que chegou a ser socorrido, mas morreu.

A PM encontrou no local um revólver 38; quatro jet luders, que são plásticos para recarregamento de arma;uma besta - um tipo de arco e flecha que dispara na horizontal; um arco e flecha tradicional;garrafas que aparentam ser coquetéis molotov; uma faca; um machadinho; um dos autores do ataque tinha uma espécie de machado na cintura.há ainda uma mala com fios. O esquadrão antibombas foi chamado e não encontrou material explosivo no local.

Os assassinos chegaram ao colégio alvo do ataque em um carro alugado. Segundo o Censo Escolar de 2017, a instituição tem 358 alunos da segunda etapa do fundamental (6º ao 9º ano) e 693 estudantes do ensino médio. No local, também funciona um centro de idiomas.

Quem são as vítimas

Cinco estudantes do ensino médio (identificados como Pablo Rodrigues, Cleiton Antônio Ribeiro, Caio Oliveira, Samuel Melquíades Silva de Oliveira e Douglas Celestino); duas funcionárias da escola (a coordenadora Marilena Vieira Umezo e a funcionária Eliana Regina de Oliveira Xavier); o dono da locadora de veículos onde eles roubaram o carro usado no crime (identificado como Jorge Antonio Morais).

Assassino postou fotos minutos antes do massacre

Em post feito às 9h34, Guilherme Taucci de Monteiro, de 17 anos, postou cerca de 20 fotos na rede social em que aparece fazendo gestos obscenos, segurando um revólver e usando no rosto um lenço com um desenho de caveira — item semelhante foi encontrado no local do crime.

As vítimas:

. Caio Oliveira, 15 anos

. Claiton Antônio Ribeiro, 17 anos

. Douglas Murilo Celestino, 16 anos

. Kaio Lucas da Costa Limeira, 15 anos]

. Samuel Melquíades Silva de Oliveira, 15 anos

. Marilena Ferreira Vieira Umezo, 59 anos: coordenadora pedagógica da escola.

. Eliana Regina de Oliveira Xavier, 38 anos.

. Jorge Antônio Moraes, 51 anos: comerciante, morto antes da entrada dos assassinos na escola; ele é tio de Guilherme, um dos assassinos.

Feridos:

  • Adna Bezerra, 16 anos: estável

  • Anderson Carrilho de Brito, 15 anos: estado grave

  • Beatriz Gonçalves, 15 anos: estável

  • Guilherme Ramos, 14 anos: passa por cirurgia

  • Jenifer Silva Cavalcanti: estado grave

  • José Vitor Ramos Lemos: atingido com machado

  • Leonardo Martinez Santos: passará por cirurgia

  • Leonardo Vinicius Santana: estável

  • Leticia Melo Nunes: estável

  • Murilo Gomes Louro Benite: estável

  • Samuel Silva Felix

#ComCausa

#Suzano #Massacre #Escola #ComCausa #AdrianoDias #InfoC3 #AndréCeciliano #BaixadaFluminense #DireitosHumanos #Deputado #ধনZoriDhana #AForçadoQuerer #Zori #FórumGritaBaixada #GritaBaixada

ComCausa 

Rua da Engenharia 30 

Alto da Posse - Nova Iguaçu / RJ

Cep 26022-770

Telefones:

+55 21 4502 4492
+55 21 99957 3821 (Whatsapp)