Padre Renato Chiera repudia mortes de adolescentes na Baixada


Diante das 11 mortes registradas no Rio de Janeiro, sendo a maioria delas em Miguel Couto, o Padre Renato Chiera, fundador da Casa do Menor São Miguel Arcanjo, repudiou os atos de violência cometidos contra os menores do estado.

Segundo ele, os adolescentes negros e da periferia não podem ser alvos de uma política pública que visa exterminar criminosos em potencial. “Declaramos guerra aos nossos filhos para eliminar a violência. É um discurso diabólico! Mas aceitamos como danos colaterais necessários para dar segurança.

Nem no colo da mãe nossos filhos estão protegidos. Uma bala pode alvejá-lo na rua, na escola ou em casa. A civilização e um país se mede pela atenção que damos aos nossos filhos, presente e futuro da nação. Qual o julgamento nossos filhos farão de nós, adultos, que não cuidamos, não amamos, não damos futuro e matamos?”, questiona.

Diante disso, o padre reforçou que a Casa do Menor, que nasceu para atender aos gritos desta juventude, não irá se calar perante tais atrocidades. “Nós damos a vida há 33 anos e estamos prontos para morrer para defendê-los. São Jesus e quem os matam devem ter medo do julgamento de Deus que diz: Não matarás nunca ninguém por nenhum motivo”, frisa.

Sendo assim, a Casa do Menor São Miguel Arcanjo repudia todo e qualquer ato de violência que afete diretamente as crianças e adolescentes do Brasil. Uma vez que acreditamos que a construção de um país melhor está no amor, na educação e na fé. Por isso, não iremos fechar os olhos para as injustiças travestidas de justiça.

| Fonte: Canal da Casa do Menor

#ComCausa

#Acolher #PadreRenatoChiera #RenatoChiera #segurançapública #AdrianoDias #AndréCeciliano #ComCausa #FórumGritaBaixada #BaixadaFluminense #GritaBaixada #Alerj #segurança #Segurança #BaixadaFlumimense

ComCausa 

Rua da Engenharia 30 

Alto da Posse - Nova Iguaçu / RJ

Cep 26022-770

Telefones:

+55 21 4502 4492
+55 21 99957 3821 (Whatsapp)