Dia mundial do Hip Hop

06.11.2019

O movimento começou nos anos 1970 nas áreas centrais de comunidades jamaicanas, latinas e afro-americanas da cidade de Nova Iorque. O Hip Hop engloba quatro elementos; Dj, Mc, break e grafitti. Afrika Bambaataa, reconhecido como o criador do movimento, estabeleceu esses quatro pilares essenciais na cultura hip hop.

 

De lá pra cá o Hip Hop atravessou continentes e fez escola pelo mundo. Hoje temos Mc’s de diversas nacionalidades e estilos. Campeonatos de Dj’s e de break e podemos observar o Grafitti cada vez mais presente em diversos países.

 

O hip hop se estabeleceu em diversas culturas e com o passar dos anos, e da própria evolução da música, o movimento foi se modernizando e se reinventado. O movimento nasceu marginalizado e culturalmente até hoje tem servido para incluir. Acredito que o maior trunfo e a maior mensagem do Hip Hop é a inclusão.

 

Hoje podemos ver Mc’s como a palestina Shadia Mansour, que usa a música para falar que no Oriente Médio também tem cultura e não é só Guerra. Os latinos Ana Tijoux, Bubaseta e Orixas que mostraram que na América Latina não existe só salsa. Nem vou falar do Brasil, porque né rsrsrs. Podemos ouvir rap em diversas línguas como em espanhol, em português, indiano e árabe. O Hip Hop é universal! O Hip Hop salva vidas!

 

#ComCausa

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload