Circuito Caminhos do Brasil-Memória foi lançado

21.10.2019

Onze museus e centros culturais reunidos com um só objetivo: atrair a atenção do público para um mundo de histórias e experiências no entorno da Praça XV. O circuito Caminhos do Brasil-Memória foi lançado neste sábado (19/10), no Palácio Tiradentes, onde o visitante já pode retirar seu Passaporte Cultural e colecionar carimbos e descobertas. Representantes das instituições que fazem parte do projeto estiveram na sede da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para comemorar a iniciativa que vai agitar o Centro da cidade.

 

"A melhor forma de representarmos o público é através da arte. O Palácio Tiradentes será, brevemente, transformado em museu. Queremos que esse projeto tenha início e meio, mas que não termine. Este é um exemplo de parceria que pode dar certo no estado", afirmou o presidente da Alerj, André Ceciliano, ressaltando que a Casa está disponibilizando recursos para o Estado contratar mais 500 policiais militares pelo Regime Adicional de Serviço (RAS). Parte do efetivo deverá contribuir para o aumento da segurança no circuito cultural do Centro Histórico.

 

Para o diretor do Centro Cultural dos Correios (CCC), Ednor Medeiros, os museus e centros culturais trazem ao público um sentimento de pertencimento. Mas o projeto vai além, criando oportunidades econômicas."A cultura é um fator dinamizador muito forte da economia. Promover Cultura não é gasto. É investimento", ressaltou.

 

O subdiretor de Cultura da Alerj, Nelson Freitas, agradeceu o empenho das instituições participantes do projeto e destacou que outras parcerias e atrações vão surgir a partir desta união."A arte é muito relegada ao conceito da complexidade. Parece que não faz parte da vida do trabalhador. Mas é preciso ver que a capacidade crítica e criativa não está dissociada do desenvolvimento econômico. Portanto, este é um investimento no fortalecimento social e econômico do estado", afirmou.

 

Na abertura do Caminhos do Brasil-Memória, o Palácio Tiradentes promoveu visita guiada e as apresentações do Coro Madrigal da Escola Villa Lobos. O público, que costuma passar na frente do prédio histórico de 1926, foi convidado a entrar e a se surpreender com a história e a beleza da arquitetura da Casa. “Vimos as portas abertas e viemos conhecer. Adoramos o projeto. Moro no Rio, mas sou de Brasília. Estou sempre viajando e conhecendo novos lugares. O Palácio Tiradentes está no nível de atrações internacionais. Já vamos retirar os nossos passaportes”, afirmou a advogada Rita Nascimento, 48, que fez a visita guiada acompanhada do também advogado Leandro Souza, 43. “O carioca precisa valorizar mais os atrativos da cidade. Eu mesmo sempre passo na frente do Palácio e nunca tinha entrado”, contou Leandro.

 

Além do Palácio Tiradentes, estão no circuito o Paço Imperial, o Museu Naval, o Museu da Justiça, o Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER), o Centro Cultural Correios (CCC), o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), a Casa França-Brasil, a Igreja Santa Cruz dos Militares, o Museu da Imagem e do Som (MIS) e o Museu Histórico Nacional (MHN).

 

No roteiro de visitação, desenhado num mapa, o público recebe o Passaporte Cultural, que pode ser obtido na Alerj e nos museus e centros culturais participantes. Depois de carimbado em cada um dos 11 museus do circuitos, o visitante que completar o roteiro ganhará uma experiência no Espaço Cultural da Marinha, onde vai conhecer o Navio-Museu Bauru; o Submarino-Museu Riachuelo; a Nau dos Descobrimentos; o helicóptero Rei dos Mares e o carro de Combate Cascavel. O passaporte devidamente carimbado ainda garante 50% de desconto na entrada do Aquário Marinho do Rio (AquaRio) e desconto no Edifício Garagem Menezes Côrtes, aos fins de semana.

 

Graças à parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro e com o Governo do Estado, ações relacionadas à segurança, acessibilidade e mobilidade foram planejadas para garantir tranquilidade ao cidadão fluminense e aos turistas. O projeto recebeu apoio da Comlurb, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), Rioluz, Guarda Municipal, Centro Presente, Polícia Militar e Superintendência do Centro da Prefeitura do Rio, dentre outros.

 

Saiba mais: http://bit.ly/31stqKL

 

Caminhos do Brasil-Memória

 

Informações: Alô Alerj - 0800 022 0008

 

Segunda-feira a sexta-feira: das 9h às 18h.


Visita Guiada:

 

Horários: Segunda-feira a Sábado: das 10h às 17h

Feriados: das 12h às 17h

 

- Fonte e fotos: Alerj

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload