Dia Nacional da Economia Solidária

13.12.2018

A economia solidária é uma alternativa inovadora na geração de trabalho e na inclusão social, na forma de uma corrente do bem que integra quem produz, quem vende, quem troca e quem compra. Seus princípios são autogestão, democracia, solidariedade, cooperação, respeito à natureza, comércio justo e consumo solidário.

 

Assim, no dia 15 de dezembro comemora-se o Dia Nacional da Economia Solidária. A data tem o objetivo de incentivar a defesa do trabalho associado e voluntário, a partir do desenvolvimento sustentável e do respeito à vida, com justiça social.

 

Podemos entender a economia solidária como uma forma inovadora de produzir, trocar, e comprar tudo o que é necessário vender. Isto é, uma nova maneira de se comercializar produtos e até serviços, de um modo totalmente inovador e cooperativista. O lucro deixa de ser a principal e única meta de qualquer transação comercial – não que o lucro deixe de existir. Aqui, o que passa a ser valorizado é o próprio crescimento e fortalecimento do grupo que produz, sem que a Natureza seja prejudicada. As técnicas de produção garantem o bem-estar dos trabalhadores e a preservação do meio ambiente. Além disso, as organizações são autogestionárias, ou seja, são administradas pelos trabalhadores e empregados participantes, em regime de democracia direta – não há a figura do patrão.

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload