Dia Nacional das Comunicações

03.05.2019

No dia 05 de maio é celebrado o Dia Nacional das Comunicações, data escolhida em homenagem ao nascimento de Marechal Rondon, uma das principais figuras da difusão dos sistemas de comunicação no Brasil. Por esse motivo, por vezes, a referida data é mencionada como “Dia de Rondon”.

 

A comunicação é algo inerente às atividades humanas – e dos seres vivos em geral –, tendo sido instrumentalmente praticada desde os tempos mais remotos, sendo anterior até mesmo ao desenvolvimento da escrita. Com o tempo, as sociedades que se constituíram foram, gradativamente, construindo e aperfeiçoando diferentes métodos que envolviam a emissão e recepção de mensagens, estabelecendo a comunicação entre os mais diversos lugares.

 

Na Idade Média, por exemplo, utilizavam-se mensageiros, que tinham de percorrer grandes distâncias durante vários dias ou até meses para entregar importantes recados. Também eram empregados diversos métodos que envolviam o uso de aves, principalmente os pombos, por estes possuírem características que possibilitavam a sua domesticação e adestramento.

 

Com o tempo, as sucessivas evoluções tecnológicas proporcionadas pelas revoluções industriais permitiram a realização de profundas transformações nos meios de comunicação, com destaque para a invenção do telégrafo e, mais notadamente, do telefone, cuja patente foi obtida por Graham Bell em 1876. Hoje em dia, a integração mundial das redes de comunicação é uma das principais características da sociedade capitalista, o que consolidou o avanço do processo de globalização.

 

A homenagem acima citada do Dia Nacional das Comunicações para Marechal Rondon deve-se ao fato de esse ser considerado o Patrono das Comunicações no Brasil. Isso ocorre por ter sido ele um dos principais responsáveis por uma maior integração nacional, com a criação de importantes linhas telegráficas no país, responsáveis por integrar a região sudeste ao centro-oeste e ao norte brasileiros.

 

Naquela época, o principal sistema de comunicação era o telégrafo, criado por Samuel Morse no ano de 1852. No entanto, para esse meio funcionar, era necessária a construção de linhas estruturais compostas por postes e fios ao longo de milhares de quilômetros, envolvendo as principais localidades de diferentes regiões. Décadas mais tarde, coube a Rondon a liderança sobre boa parte desse importante feito, que permitiu ao país melhor se desenvolver e integrar-se territorialmente durante os tempos posteriores.

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload