Lucrativa guerra às drogas

09.06.2017

Novamente policiais são presos por serem associados, ou mesmo agentes a serviço, dos grupos criminosos que operam o negócio ilegal da droga no Rio de Janeiro. Os presos era recebiam propina desde 2016 para favorecer traficantes da favela de Acari, na retomada do controle de pontos de venda de drogas na Cidade Alta, em Cordovil, na Zona Norte, dominada por outra facção.

 

Além de fornecerem armamento apreendido de outras facções , os policiai teriam alugado um ‘caveirão’ - o carro blindado da polícia - para infiltrar os criminosos na favela.

 

A partir de investigações, a juíza Tula Mello, da 2ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, decretou nesta sexta-feira a prisão temporária dos sargentos Anderson Nandler do Nascimento, Fábio Costa da Silva, Antônio Carlos da Cruz, Ricardo Justino Lopes de Medeiros, Marcelo Augusto Cardoso Pereira, Marcelo Theodoro Miranda, Gilmar Baptista dos Santos, André Luiz Ferreira da Silva e Janderson Pereira Anacleto são suspeitos de associação para o tráfico de drogas. Todo do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), do 16º BPM (Olaria).

 

A magistrada decretou também a quebra dos sigilos bancários e fiscais, e o bloqueio dos bens dos nove policiais militares investigados.

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload