PF é informada pela OAB de ameaças à Felipe Santa Cruz

03.08.2019

Segundo a OAB, o perfil de Santa Cruz tem sido alvo de dezenas de mensagens com teor de ameaça. Porém, informaram assessores da OAB, a maior preocupação se deu a partir de uma mensagem específica, que mencionou o carro blindado usado pelo dirigente da entidade dos advogados.

 

Após as declarações de Bolsonaro, Santa Cruz chamou o presidente da República de "cruel", e a OAB divulgou nota de repúdio contra as declarações de Bolsonaro. Santa Cruz também interpelou o presidente judicialmente. O presidente da OAB pede ao Supremo que Bolsonaro se explique.

 

Diante dos fatos, os Advogados do Brasil (OAB) decidiu comunicar à Polícia Federal (PF) que o presidente nacional da entidade, Felipe Santa Cruz, tem recebido ameaças em redes sociais nos últimos dias.


Leia a nota da OAB sobre o assunto:

Na última segunda-feira (29/07), a OAB nacional protocolou na Superintendência Regional da Polícia Federal no Distrito Federal duas notícias crime: uma por ameaças e ofensas e outra por fraude contra o presidente da Ordem, Felipe Santa Cruz.

 

Destaca-se a manifestação de um usuário do Facebook, cujo perfil é nomeado Breno Freire, que postou “Você não passa de comunista igual seu pai, achar um semi-deus pq andar de carro blindado, não esqueça que existe .50BMG e explosivo C-4”.

 

Foi solicitada a abertura de inquérito policial para averiguar os fatos e, se constatada a prática de ilícito penal, o envio dos autos ao Ministério Público. O presidente Felipe Santa Cruz confia que a Polícia Federal fará toda a investigação necessária para elucidar os casos.

 

Felipe Santa Cruz tem sido alvo de ameaças em suas redes sociais desde que o presidente Jair Bolsonaro fez, no início da semana, um comentário sobre o desaparecimento – durante a ditadura militar (1964-1985) – do pai do dirigente da OAB, Fernando Augusto de Santa Cruz.

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload