Presos vão trabalhar em unidades do Detran

24.10.2019

A Fundação Santa Cabrini vai atuar com terceirização de mão-de-obra de presidiários a partir de parceria feita com o Detran. Segundo o presidente Marcelo Bertolucci, serão 340 presos que vivem em regime aberto e semiaberto, que trabalharam com documentação, regularização de veículos e valores já a partir desta segunda-feira, dia 21 de outubro.

 

Vinculada à secretaria de Administração Penitenciária (Seap), a Fundação Santa Cabrini (FSC) também já tem contrato semelhante com a Cedae. Ao custo de R$ 6,476 milhões, o serviço acontecerá por um período de um ano e foi publicado no dia 15 de outubro no Diário Oficial do Estado. A perspectiva é que sejam abertas mais vagas de trabalho para quem vive em regime aberto e semiaberto tal para outros órgãos do Estado, como Fundação Leão XIII.

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload