Unidades de Polícia Pacificadora perto do fim

20.02.2019

As Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) poderão ser extintas. A determinação é do projeto, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta terça-feira dia 19 de fevereiro, em primeira discussão. Alguns deputados, porém, declararam votos contrários ou se abstiveram de votar.

 

O texto ainda precisa ser levado a plenário mais uma vez na Casa, em segunda discussão.De acordo com a proposta, os policiais militares que atuam nas UPPs serão distribuídos entre os batalhões da Polícia Militar. Caberá ao comandante-geral da Policia Militar redefinir as áreas de lotação de acordo com o índice de maior criminalidade.

 

 Visita à UPP da Formiga, na Tijuca, após a acupação em 2010.

 

"Com o programa das UPPs, implantado há mais de dez anos, as facções vieram para cá e a Baixada Fluminense, em especial, sofreu muito. Então, para que ter esses policiais hoje confinados, sem poderem exercer o poder de polícia, quando eles poderiam estar nas ruas, nas praças, nos batalhões, para dar segurança à população?", questionou o Rosenverg Reis, autor do projeto de lei.

 

#ComCausa

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Últimas notícias

Please reload

Please reload